Aulas de bateria

Release

Desde 1992, quando uma mudança de São Paulo para Brasília fez com que surgisse o interesse em empunhar as baquetas com a ajuda do professor Daniel Oliveira, Fernanda Terra nunca mais parou. Tocando pelo underground do rock conquistou respeito pela qualidade de sua arte.

Não apenas grandes nomes gringos da bateria são referencia na sua vida musical como Dave Lombardo, Vinnie Paul, Gene Hoglan, Keith Moon, John Bonham, Mitch Mitchell e Terry Bozio, mas também os nacionais João Barone, Iggor Cavalera, Vera Figueiredo, Lilian Carmona e vários outros. Seus professores de bateria foram: Daniel Oliveira, Duda Neves, Dino Verdade, Giba Favery e Lilian Carmona, com quem aprendeu leitura rítmica.

Transitando sempre por bandas de hardcore, metal e punk rock, Fernanda passou a ser conhecida na cena underground nos anos 90, com o lançamento do álbum “Enjoy”, da banda Food4Life. Fizeram vários shows por todo o país e em 2001, a banda participou do grande evento que originou o documentário “A um passo pro fim do mundo”. No mesmo ano, também foi citada no livro “O que é punk” , de Antonio Bivar.

Fernanda fez teste para a banda do programa “Altas Horas” da Rede Globo, chegando até a etapa final com Vera Figueiredo. A boa aceitação de seu trabalho com o Food4Life (que também lançou um clipe para a música “Close Your Eyes”) a credenciou para um giro pelos EUA com a banda Dominatrix em 2002, substituindo a baterista que teve problemas com visto e não pôde viajar.

Entre os anos de 2006 e 2011, destaca-se seu trabalho com a banda Final Fight,. Com um álbum lançado em 2008 (Quem de medo corre, de medo morre), a banda manteve-se ativa no underground, com shows ao lado de outros grandes nomes do punk, como Cólera, Invasores de Cérebro, M19 e Phobia.

Em 2010, Fernanda começa a dar aulas de bateria no Instituto Bateras Beat. No mesmo ano, a marca de baquetas Alba lança, na Expomusic, seu primeiro modelo signature, uma parceria que dura até hoje.

Em 2011, assina seu primeiro contrato internacional com a marca de pratos Paiste, que também patrocina músicos como Dave Lombardo, Ian Paice, Tommy Aldridge, Nicko McBrain, Mikey Dee, Aquiles Priester e Eloy Casagrande.

Com a criação da banda de thrash metal Nervosa e o clipe para a música “Masked Betrayer” , produzido de maneira independente em 2012 proporcionou um contrato com a gravadora Napalm Records da Áustria, a demo “2012” (lançada como EP pela Napalm com o nome “Time of Death” ), também produzida de forma independente, movimentou a agenda da banda, que fechou o ano com mais de 50 shows pelo Brasil, inclusive dividindo o palco com Exodus, Raven, Grave, Samael, Exumer e Artillery. Como prova de sua dedicação e da qualidade de seu trabalho, o ano de 2012 trouxe para Fernanda novas parcerias com a marca de baterias Sonor, peles Aquarian, Batera Store, Estúdio Produssom e as marcas de roupa Contra Grife, Tapout e Adidas.

Em 2013 Fernanda sai da banda Nervosa e se dedica aos projetos: Leprechaun (FolkRock) e Extermina(Metal em português), Detonator e as Musas do Metal (do humorista Bruno Sutter) e o inusitado projeto Fire’s Claff ao lado de uma violoncelista. Assinando contrato com as baterias eletrônicas YamahaDTX Fernanda passar a fazer workshops e treinamentos com a bateria eletrônica.

Em 2014 Fernanda fez parte do primeiro Girls Rock Camp Brasil, dando aula de bateria e produzindo uma banda. E fezalguns shows com a banda Kombato tocando no stand da Sonor na Expomusic. Em 2015 Fernanda tocou em vários shows com a banda Leprechaun mas o mais memorável foi na Expomusic no palco do Music Hall. Com o Detonator Fernanda Fez vários shows também, destaque para o show do Anime Friends que foi um sucesso, com mais de 10mil pessoas no local. Dentre os shows com a banda Extermina o mais legal foi no Girls Rock Camp em Sorocaba.

Em 2016 lançou um método de bateria intitulado Strong Roll, e vendeu mais de 100 exemplares antes mesmo do lançamento. Ainda nesse ano Fernanda se apresentou diversas vezes na Avenida Paulista (em São Paulo). E ainda fez 2 oficinas de bateria na Casa das rosas para crianças. Hoje Fernanda toca somente com a Extermina e a banda Velocette (banda da Sony Music qual foi chamada no começo de 2017) e está iniciando uma nova banda de hardcore melódico. Ministra aulas na School of Rock de Moema e dos Jardins em São Paulo.

.

Oficina de Bateria

2010 Lady Fest – São Paulo

2011 Rock Feminino – Rio Claro

2012 Vulva La Vida – Bahia

2013 Girls Rock Camp – Sorocaba

2015 – Casa das Rosas

.

Eventos de Bateria

2009 Bateras 100% Brasil Feira da Pompéia

2010 2 Encontro de bateras de Timbó

2010 Bateras 100% Brasil Virada Cultural

2010 6 encontro de bateristas de São João da Boa Vista

2012 1 Paiste Day Brasil22

2014 Workshop Brutal Fernanda Terra no Amapá

2015 Workshop Ricardo Confessori, Fernanda Terra e Gus Conde

.

Participações em grandes festivais

1999 – Shelter when 20 Summers Pass

1999 – Ocktoberock

2000 – Festa Check it Out

2001 – Da Laranja ao Caos

2001 – thrashcore – Fortaleza

2001 – World Cup Skate Party contest

2001 – São Paulo Hardcore Scene

2001 – Festa de aniversário de 1 ano da Loja Estrondo

2001 – A um passo pro fim do Mundo 3

2002 – Festival Grafite Musica e você

2003 – Comadres do Rock & CIA – Sesc

2003 – Festival Banheiro de Meninas – Rádio Brasil 2000

2004 – SP Music Festival

2007 – Projeto Galeria do Rock

2011 – Rock Na Vitrine 2

2012 – Viçosa Metal Fest 2012 (6ª edição)8

2012 – Heavy Fest (8ª edição)9

2012 – Ostras Rock 2

2012 – Stay Heavy Metal Stars (6ª edição)10

2012 – Rock Metal Fest11

2012 – Rock Na Vitrine12 13

2012 – Roça ‘n’ Roll23

2013 – Festival Zona Punk 2

2013 Undervale 2

2015 – Girls Rock Camp

2016 – Anime Friends

2016 – Sana – Fortaleza